.


 

SOBRE

A Confraria da Barba é a barbearia da sua época. Focada em excelência, a Confraria conta com tudo que o homem moderno precisa. Um ambiente confortável, descontraído e exclusivamente masculino, com cuidados para todos os estilos de barba e cabelo, além de serviços como massagem, podologia, estética masculina e dia do noivo. Uma barbearia premium, para cuidar do visual, tomar uma cerveja gelada, assistir aos seus esportes favoritos ou jogar uma partida de sinuca.

Seja um confrade. Cadastre-se e receba as novidades, eventos e condições especiais da Confraria da Barba.

 
 

.


NOSSOS SERVIÇOS

GARANTIA DE SATISFAÇÃO

Para manter o visual sempre em dia e economizar, você pode comprar um pacote de serviços que a cada 4 serviços iguais comprados, você recebe o quinto grátis.
Acerte no presente! O vale-presente Confraria da Barba pode ser trocado em serviços, que vão muito além do corte e da barba, ou na linha premium completa de produtos para estética masculina.

LAZER

Quer saber como montar
uma barbearia de sucesso?

O mercado ligado à beleza masculina tem crescido exponencialmente e se tornado um ótimo investimento, que traz um retorno estável e de baixo risco. Acompanhando esse crescimento, a Confraria da Barba passou a atender pelo sistema de franchising, abriu filiais em vários estados do Brasil e hoje já é uma das maiores franquias de barbearias do Brasil. Então, se você quer saber como montar uma barbearia de sucesso, leve a Confraria da Barba para sua cidade.

BLOG

11 de abril de 2017

4 hábitos que podem te deixar careca

Está preocupado com calvície? A temível perda dos cabelos ou “careca” chega para muitos homens […]
31 de março de 2017

Spotify? WTF???

Pode parecer coisa de gente velha, mas antigamente um computador era do tamanho de uma […]
22 de março de 2017

Celebre o poder do seu afro

Foi-se o tempo em que para domar os fios crespos o jeito era recorrer à […]
24 de janeiro de 2017

Vaidade masculina aumenta e impulsiona crescimento de barbearias

Quem disse que se preocupar com o visual não é coisa de homem? A procura […]